O que é microfraude e por que é perigoso?

Relacionamentos

Compartilhar:

Conteúdo



A microfraude é uma forma de fraude em que pequenas quantias são roubadas de um grande número de transações. Esse tipo de golpe é particularmente difícil de detectar, pois os valores roubados geralmente são muito pequenos. Portanto, é importante que empresas e consumidores estejam cientes dos perigos da microfraude e como se proteger.

A microfraude é uma forma de fraude que rouba pequenas quantias de várias fontes. Essas quantidades geralmente são tão pequenas que não são fáceis de detectar, mas quando se somam, podem causar danos significativos. A microfraude é particularmente perigosa, pois é difícil de detectar e as vítimas geralmente não sabem que foram enganadas até que seja tarde demais. Um primeiro encontro de café é uma ótima maneira de conhecer alguém, mas é importante ter cuidado quando estiver online para garantir que você não seja vítima de microscams. Um Peixes Sagitário Amizade pode ser uma coisa maravilhosa, mas você também deve ter cuidado quando estiver online para garantir que não seja vítima de micro-golpes.

O que é microfraude (e por que pode ser perigoso)

Como funciona a microfraude?

A microfraude é uma forma de fraude em que pequenas quantias são roubadas de um grande número de transações. As quantias roubadas geralmente são muito pequenas, mas se forem acumuladas ao longo de um período de tempo, podem resultar em uma perda significativa. Portanto, é importante que empresas e consumidores estejam cientes dos perigos da microfraude e como se proteger.



Que tipos de microfraude existem?

Existem diferentes tipos de microgolpes usados ​​pelos golpistas. Alguns dos tipos mais comuns de microfraude são:

  • Fraude de cartão de crédito: os golpistas podem roubar pequenas quantias de transações com cartão de crédito roubando números de cartão de crédito dos consumidores e transferindo pequenas quantias para suas próprias contas.
  • Phishing: os golpistas enviam e-mails que parecem ser de uma fonte confiável na tentativa de induzir os consumidores a fornecer suas informações pessoais.
  • Malware: Os golpistas podem instalar malware em computadores para roubar informações pessoais e roubar pequenas quantias de transações.

Como se proteger de microfraudes?

Existem algumas maneiras pelas quais empresas e consumidores podem se proteger contra microfraudes. Algumas das medidas de proteção mais importantes são:

  • Use senhas fortes e atualize-as regularmente.
  • Use a autenticação de dois fatores sempre que possível.
  • Tenha cuidado ao abrir e-mails e baixar arquivos.
  • Instale um firewall e um software antivírus em seu computador.
  • Tenha cuidado ao compartilhar suas informações pessoais.

Conclusão

A microfraude é uma forma de fraude em que pequenas quantias são roubadas de um grande número de transações. Como as quantias roubadas geralmente são muito pequenas, é importante que as empresas e os consumidores entendam os perigos da microfraude e como se proteger. Existem algumas maneiras pelas quais empresas e consumidores podem se proteger contra microfraudes, como usar senhas fortes, usar autenticação de dois fatores e instalar um firewall e um software antivírus no computador.



Perguntas frequentes

  • O que é microfraude?
    A microfraude é uma forma de fraude em que pequenas quantias são roubadas de um grande número de transações.
  • Como se proteger de microfraudes?
    Existem algumas maneiras pelas quais empresas e consumidores podem se proteger contra microfraudes, como usar senhas fortes, usar autenticação de dois fatores e instalar um firewall e um software antivírus no computador.
  • Que tipos de microfraude existem?
    Existem diferentes tipos de microgolpes usados ​​pelos golpistas. Alguns dos tipos mais comuns de microfraude são fraude de cartão de crédito, phishing e malware.

Mesa

tipo de fraude Descrição
fraude de cartão de crédito Os golpistas podem roubar pequenas quantias de transações com cartão de crédito roubando números de cartão de crédito dos consumidores e transferindo pequenas quantias para suas próprias contas.
Phishing Os golpistas enviam e-mails que parecem ser de uma fonte confiável e tentam induzir os consumidores a fornecer suas informações pessoais.
Malware Os golpistas podem instalar malware em computadores para roubar informações pessoais e roubar pequenas quantias de transações.

Para obter mais informações sobre microfraude, visite o Avaliação da Ameaça do Crime Organizado na Internet IOCTA-2020 e a European-Cybercrime-Centre-EC3-Annual-Report-2019 da Europol.

Compartilhe Com Os Seus Amigos :